Voltar ao início do site !Chamar por telefone !Enviar um e-mail !
Acessar o FaceBook da Méritos !

Escolhedores de sagu - Crônicas

Autor: Marco Aurélio Barbiero
Págs.: 102
Edição: 1ª
Formato: 14x21 cm
Idioma: Português
Lançamento: 2011
ISBN: 9788589769839

r$ 22,90

 

 

 

 

Texto de aba

Léo Hélio Dellazzari
Professor de Literatura Brasileira

É fina e fria a chuva sobre o vazio protagonizado pelo sistema no qual estamos insertos e me lembra uma tal sensibilidade, tão excluída pelos meios de massificação, mas que ainda vive naqueles que mantêm o bom-senso e o espírito de observação.

No país das Hebes, Faustões, Xuxas, Ratinhos, Gugus e outros subprodutos culturais, o Marco nos dá a dimensão exata de textos úteis, permitindo crer naquele tênue fiozinho de esperança que temos em relação à humanidade, e num já vem-nos à mente o tão frágil hábito da leitura, aquela capaz de despertar emoções, fazer rir ou chorar. Boa leitura? Exato!

Assim são os textos bem trabalhados, produto de rara sutileza e perspicaz observação.

Se “não somos máquinas, homens é que somos”, aqui  você vai reencontrar a própria essência do ser humano.

A introspectiva chuva acentua ainda mais esta impressão.

Texto de contracapa

Paulo Monteiro
Membro da Academia Passo-Fundense de Letras

Aprendi com Wilson Martins, uma das individualidades mais representativas da crítica brasileira de todos os tempos, que basta ler as primeiras páginas de um livro para saber se o autor tem ou não talento. É conhecimento que se adquire ao longo do tempo, mormente, convivendo com os escritores canônicos da língua em que, de ordinário, nos expressamos.

A mim, bastou-me ler Mein Buch, o texto inicial desta obra, para reconhecer um promissor iniciante no gênero elevado às culminâncias por Machado de Assis. Nosso autor tem o espírito que dá vida à crônica, um certo humor inato, não o humorismo sardônico, muito menos o humor negro, mas aquele à inglesa, comum aos clássicos maiores da língua de Shakespeare.

Mein Buch é bem mais do que uma autoapresentação metalinguística de Marco Aurélio Barbiero. É uma confissão. Ali, parafraseando a lição moral do famoso conto infantil, O autor está nu.

A linguagem de Escolhedores de sagu, como a dos bons contadores de causos, flui suave, coloquialmente. E nisto, apenas nisto, desnudamos o autor iniciante. Kronos – e somente Kronos –, de onde nos vem crônica, encarregar-se-á de transformar Marco Aurélio Barbiero no estilista, que já se anuncia em seu primeiro livro.

Prefácio

Raul Boeira
Analista tributário da RFB,
bacharel em Direito e compositor

Marco Aurélio Barbiero se confessa um servidor público resignado e diz que o livro que agora está lançando é mais uma tentativa de encontrar o seu “talento escondido”. Servidores talentosos não são raros nas repartições públicas. Quantas linhas não terão escrito, por exemplo, Carlos Drummond de Andrade (Ministério da Educação), Graciliano Ramos (Imprensa Oficial), Guimarães Rosa e Vinícius de Moraes (Relações Exteriores), cercados por considerandos e minutas, juntadas e despachos, arquivos e certidões? Alguns contribuintes podem até torcer o nariz, mas os leitores agradecem.

Conheço alguns dos textos do Marco. Eles costumavam chegar ao meu correio eletrônico com alguma periodicidade, mas, de repente, sem explicação, deixaram de chegar. Suponho agora que ele tenha decidido mantê-los inéditos para divulgá-los neste volume. Naquela época, já me chamava a atenção, não apenas a sua capacidade de inventar histórias a partir de situações corriqueiras, como a fila do buffet ou uma ida ao supermercado, mas também o olhar crítico e mordaz com que retrata o nosso cotidiano, nosso modo de vida, nossas inquietações. E tudo isso sem perder o humor, assim como quem reconhece o valor de saber rir de si próprio, do ridículo que (nem sempre) se esconde em cada um de nós. Mesmo nos textos de tom mais confessional, ele consegue extrair das impressões e/ou situações particulares reflexões que servem a todos. Acabamos nos reconhecendo nos personagens que inventa, assim como nos parece familiar o universo onde tudo acontece.

Alguns de seus textos – “Escolhedores de sagu”, por exemplo – trazem flashes do cotidiano, como convém a uma crônica, enquanto outros apresentam enredos mais elaborados, constituindo-se em contos, como é o caso de “A farsa da Rua do Arvoredo”. Mas o fato é que as narrativas de ambos os gêneros abordam, basicamente, as (nossas) crises. Com muita perspicácia, o autor nos faz pensar sobre os contra-sensos das dietas e academias; a incompatibilidade de gênios e as inseguranças da meia-idade; a questão da incomunicabilidade num mundo repleto de redes sociais. Sem dó nem piedade, desmascara a lógica absurda dos economistas e burocratas. Encontra até uma utilidade prática para toda a matemática que (não) aprendeu na escola. Teoriza sobre a vaidade, a arrogância e o conceito católico de inferno. Quase romântico, sente inveja dos amores das tardes preguiçosas.

Esse é o Marco que, depois de matar o seu leão por dia na repartição, ainda encontra tempo não só para escrever, como para correr a pé pelas calçadas da cidade e para apreciar a música de Nei Lisboa. É esse sujeito, sensível e inteligente, terno e provocador, que, a bem do serviço público, nos presenteia agora com este seu primeiro livro. 

Sumário

Prefácio / 9
Mein Buch / 15

A farsa da Rua do Arvoredo / 21
Sonhos e beijinhos / 29
Duda e Pe / 35
Autocorreção da economia e a Teoria de Kuduns / 39
Ata nº 01/2009 do CluFuPAPF. / 43
Escolhedores de sagu / 47
O ‘valoroso funcionário Carlos Parreira Videira Neto’  e o seu plano genial / 53
RPM - A saga / 61
Infernos / 65
AMAMUAM / 67
As indecisões de Carlos Mangabeira / 75
Vasectomia / 79
Reconciliações / 83
Matemática Aplicada I  / 89         

Curtas e grossas / 95

Paradigmas / 95 
Pecados / 96
Arrogância / 97     
Vespertinos / 98
Crise de meia idade - fase 1 / 99

 
 

 

   
   
      


Aceitamos cartões de crédito:


(55) 54-3313-7317
E-mail: sac@meritos.com.br

© Livraria e Editora Méritos Ltda.

Rua do Retiro, 846 - CEP 99074-260
Passo Fundo - RS - Brasil


FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL

Tecnologia e proteção de dados:
PAYPAL - eBay Inc.
PAGSEGURO - Universo Online S/A